sábado, 1 de dezembro de 2007

Seminário sobre Xangô

Para a criação dos traje fizemos uma pesquisa, parte fundamental para o processo de criação, principalmente para nós que tínhamos dois personagens como modos de vida definidos.



Xangô

Terceiro Rei de Oyó (1450 a.c.), filho de Oranian e Torossi, foi criado no país de sua mãe, indo instalar-se mais tarde em Kossô, onde consegui impor-se pela força.

Alguns relatos afirmam que Xangô destronou seu irmão Dadá-Ajanká, para tomar seu lugar. Governou com mãos de ferro – foi temido e adorado. Essa descrição aproxima Xangô ao príncipe descrito por Maquiável.

Orixá das pedreiras, das terras áridas e das rochas.

Elemento: FOGO, RAIOS e TROVÕES

Metal: Cobre

Pedra: Rubi

Domínio: Justiça


Símbolo da Natureza: pedra de raio, que se cria quando cai um raio na terra, Representa a Justiça.


Qualidades

Temido e Respeitado

Viril e Violento

Vaidoso – elegante e sedutor

Atrevido e prepotente


Cores: Vermelho e Branco

Dia consagrado: quarta-feira


Algumas qualidades trazem na cabeça um gorro na cor vermelha, e, ou, veste uma 'saieta' com cores variadas e fortes, que representam as vestes dos Eguns.


Alguns cultos afro-brasileiros recebem o nome de Xangô, o que mostra a popularidade deste orixá. Em Alagoas e em Sergipe Xangô tem significado de Casa de Santo ou terreiro.

Nos meses de junho, mantém-se uma tradição festiva, que são as famosas fogueiras de Xangô, feitas em sua homenagem.

Sua Saudação é Kaô Kabecile


Símbolos

Machado de dois Gumes – Oxé

Colares em contas vermelhas e brancas.

Animal sagrado: Ajapá (cágado)


Alimentação:

Comida: quiabo com camarão seco e dendê, Abô (carneiro), Akukó (galo), Etu (galinha) e o Amalá, espécie de pirão de farinha com carne misturado com quiabos, colocado na gameleira e enfeitado com certo numero de quiabos (em geral 12) mais pode variar de acordo com o intuito e com a qualidade


Bebida: cerveja preta (aluá) e vinho licoroso doce.


Sincretismo

São Gerônimo(Agodô) – o mais conhecido;

São Pedro (Alafim);

São João Batista (Xangô do Ouro ou Xangô menino );

São José (Agaju)


São 12 os Xangôs:

Dada

Airá Igbonam

Oba Afonjá

Baru

Obalube

Airá Adjaosi

Ogodô

Angaju

Oba Kossô

Oraniam

Jakubá

Airá Intilé


Os filhos de Xangô são extremamente:

Enérgicos

Autoritários

Exercem influência nas pessoas

Dominadores

Conquistadores



As esposa de Xangô

Oxum, Oyá e Obá


Nenhum comentário: